A ascensão do alemão Mick Schumacher, de 19 anos, em seu início de carreira no automobilismo já chamou a atenção de Toto Wolff. O chefe da equipe Mercedes elogiou o filho de Michael Schumacher, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, pela conquista do título da Fórmula 3 Europeia, no último fim de semana.
“Ele mostrou que tem o que é necessário para ser um dos grandes do nosso esporte”, analisou o dirigente, que esteve no último fim de semana em Hockenheim, na Alemanha, assistindo à corrida que garantiu a primeira conquista internacional de Mick.
Até a 14ª corrida da temporada, Schumacher ocupava a décima posição no campeonato, mas uma arrancada na segunda metade do calendário, com seis poles e oito vitórias, o impulsionaram ao título da F3 Europeia, com 329 pontos -em 2017, ele terminou em 12º lugar.
“Ele recebeu atenção desde o início. Estava sob muita pressão. Não é fácil lidar com toda a atenção e pressão, especialmente se, como no caso dele, não começa a temporada muito bem. O desempenho dele na segunda metade do ano foi, portanto, ainda mais impressionante”, completou Wolff.
Apesar dos elogios que já recebeu de dirigentes da Mercedes e também da Ferrari, além de ter o nome sondado na Toro Rosso, Mick ainda não tem perspectivas de figurar na Fórmula 1 em 2019. O mais provável é que o alemão migre à Fórmula 2 na próxima temporada.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui